20.9.07

Ministério pede explicações à Dell sobre exigências a físicos

LAUDIO ANGELO
da Folha de S.Paulo

O MCT (Ministério da Ciência e Tecnologia) solicitou ontem à Dell Computadores do Brasil esclarecimentos sobre a tentativa da empresa de policiar o uso de computadores da marca por físicos da Universidade Federal Fluminense.

A Folha revelou anteontem que a Dell exigiu que o físico nuclear Paulo Gomes, que comprara máquinas da empresa, assinasse um documento se comprometendo a não transferir os equipamentos a países do "eixo do mal", como Cuba, Irã, Coréia do Norte e Síria, e a não utilizá-los para produzir "armas de destruição em massa". A exigência foi feita depois que a empresa descobriu, por meio de gravações feitas enquanto a compra era acertada, que as máquinas iriam para um instituto de física.

Gomes se recusou a assinar o termo e denunciou o caso à comunidade dos físicos. Vários deles passaram a pedir boicote à Dell. A Sociedade Brasileira de Física manifestou solidariedade a Gomes e recomendou anteontem que seus sócios não assinassem nenhum termo desse gênero.

A filial brasileira da Dell, em Porto Alegre, alegou que o termo era uma exigência da lei americana e que a matriz da empresa nos EUA, uma das maiores fabricantes de computadores do mundo, poderia ser punida pelo governo americano caso a determinação não fosse aplicada. Os EUA têm restringido exportação de alta tecnologia para vários países por temerem seu uso militar. Cientistas brasileiros têm sofrido essas restrições.

O secretário de Política de Informática do MCT, Augusto Cesar Gadelha, vê a questão de outra forma. Para ele, a Dell do Brasil é uma empresa brasileira, que recebe inclusive dinheiro do próprio MCT via Lei de Informática. "A Secretaria de Política de Informática surpreende-se que uma empresa brasileira, localizada em território nacional, esteja fazendo exigências, com base em normas de outro país, para venda de seus produtos", afirmou o secretário em nota.

3 Comments:

At 26/9/07 15:37, Anonymous Anônimo said...

Ah, claro! Cuba é um país do mal, que obriga os EUA a fazer embargo econômico. Cuba é pobre porque é comunista, não porque os EUA deixa ele pobre. Quanta injustiça né?
Não, não, eu mereço...
Claro, tá certo, só os EUA pode ter armas de destruição em massa e mandar tudo pelos ares, tem todo o direito!
Hunpf...
¬¬

 
At 26/9/07 15:38, Anonymous Agatha said...

Pelo menos a Europa domina, por enquanto, a tecnologia, pelo menos em outras áreas que não a bélica.

 
At 29/9/07 11:15, Blogger fapeg said...

Hi,

German bloggers want to start an international initiative to support the demonstrating monks against their cruel regime in Burma/Myanmar. The idea is to publish a single post on next thursday (4th october) with a banner saying “free burma!”.

I’m not really familiar with the brazilian blogosphere and I would be happy if you could contact some popular brazilian blogs to inform them about this action.

All information is available in the wiki http://freeburma.stots.de/

Thanks very much
Fabian

 

Postar um comentário

<< Home