2.9.05

Reconhecimento argentino

Enviado por Fábio Kanashiro


Fonte: Boletim Fapesp
"A Universidade Nacional de Córdoba, na Argentina, concedeu o título de doutor honoris causa a Constantino Tsallis, do Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF) e do Santa Fe Institute, nos Estados Unidos.

(...) É membro da Academia Brasileira de Ciências e recebeu os títulos de Distinguished Scientist of the Greek Diaspora, Cidadão Honorário do Estado do Rio de Janeiro, o Prêmio Cidade do Rio de Janeiro de Ciência e Tecnologia, o Prêmio México de Ciência e Tecnologia de 2003 e o prêmio Citation Classic, do Institute for Science Information, pela publicação em física mais citada mundialmente na década de 1990 publicada por autores do Brasil.

Entre os vários livros que escreveu ou editou está Nonextensive entropy - Interdisciplinary applications (Oxford University Press), com o célebre Murray Gell-Mann, ganhador do Prêmio Nobel de Física de 1969."
Leia matéria completa aqui

Artigo de divulgação sobre entropia não-extensiva

1 Comments:

At 4/9/05 13:27, Blogger Andre said...

Eu já vi algumas palestras do professor Tsallis. Em todas algum professor estrangeiro se revolta e fala do paradoxo de Gibbs, do problema da interação à distância. E o professor Tsallis, um excelente palestrante, sempre se sai bem, já deve estar escaldado com esses questionamentos.

Em todo caso, a entropia de Tsallis é muito polêmica mesmo. Ela tem aquele fator "q" o qual ainda não se sabe como calcular a partir de primeiros princípios. Claro, com um parâmetro livre é mais fácil fitar resultados experimentais. Por outro lado, o pessoal está descobrindo algumas conexões entre sua entropia e simetrias (como a de dilatação, "dilation"). E o Gell-Mann adora isso :)

Em todo caso, é assim, no meio de polêmicas, que a Física caminha mesmo; e tem um gostinho especial que seja um brasileiro a liderar essas pesquisas.

 

Postar um comentário

<< Home