29.11.06

Periódicos científicos adotarão mais rigor em suas publicações

da Folha de S.Paulo


A maior fraude científica da década vai fazer com que periódicos que publicam artigos de pesquisadores adotem mais rigor --e burocracia-- na hora de avaliar os trabalhos. Essa foi a tendência apontada pelo resultado de uma comissão independente que investigou a possibilidade de negligência por parte da revista "Science", da Associação Americana para o Avanço da Ciência, em se deixar enganar pelo veterinário coreano Woo-Suk Hwang.
O cientista falsificou dados em dois estudos sobre clonagem de embriões humanos para obtenção de células-tronco, em 2004 e 2005, e conseguiu driblar editores e revisores da revista. Segundo o comitê, porém, a "Science" fez tudo o que podia para evitar a entrada de informação incorreta. "Os editores seguiram os procedimentos em operação na 'Science', um processo de revisão similar ao de outras grandes publicações científicas", disse John Brauman, líder do comitê. Para ele, contudo, "nenhum conjunto realista de procedimentos pode ser completamente imune à fraude deliberada". O "peer-review", sistema-padrão em que o estudo é submetido ao crivo de cientistas independentes, tem mais poder de flagrar inconsistências lógicas do que dados falsos. Em relatório divulgado ontem, o comitê pede à revista que crie um sistema de "avaliação de risco" para detectar eventuais interesses de autores em cometer fraude. Áreas concorridas ou que atraiam a imprensa receberão mais atenção. "Poderemos pedir a autores para revelar informações sobre suas atribuições individuais nos trabalhos e, às vezes, enviar dados, imagens e materiais originais, quando forem questionados", disse Donald Kennedy, editor-chefe da "Science".

Mudança conjunta

Brauman sugeriu também que outras publicações científicas de impacto, como a "Nature" e a "PNAS", discutam uma política conjunta de mudança de critérios. O líder do comitê diz que parte da dificuldade de avaliação dos estudos fraudados de Hwang se deveu ao fato de os autores estarem um país distante e se comunicarem entre si em outra língua. A "Science", porém, promete que isso não será usado para dificultar a entrada de autores estrangeiros. "Talvez tenhamos de abandonar a esperança tradicional de que a confiança coletiva vai continuar funcionando", disse Kennedy. "Mas temos de ter a consciência de que, quando apertamos nossos procedimentos, haverá custos sociais associados a essa mudança."

3 Comments:

At 30/11/06 09:43, Blogger Wanderson Wanzeller said...

Leia também

"Nature" publica versão corrigida de estudo sobre células-tronco
http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u15552.shtml

A reista Ciência Hoje de outubro deste ano, aborta este tema em um de seus artigos.

 
At 25/4/13 13:37, Anonymous Anônimo said...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ achat viagra
http://commanderviagragenerique.net/ prix viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ generico viagra
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra acquistare

 
At 10/6/13 23:49, Anonymous Anônimo said...

http://prixviagragenerique50mg.net/ viagra prix
http://prezzoviagraitalia.net/ viagra
http://precioviagraespana.net/ viagra

 

Postar um comentário

<< Home