1.12.06

Medir distâncias com barômetros, massas com galvanômetros, voltagens com cronômetros

por Paulo Murilo Castro de Oliveira

Tenho dois assuntos a tratar neste texto.

Primeiro assunto. Ouvi falar, mas não quero crer, que a CAPES aumentou para 1.5 o limite do parâmetro de impacto das revistas consideradas em suas avaliações. Ouvi falar, e quero crer menos ainda, que o CNPq seguirá o mesmo rumo.

Segundo assunto. Estamos vivenciando uma explosão de pequenas fraudes científicas, em todo o mundo. A forma mais comum e amena, mas nem por isto menos grave, é a submissão do mesmo trabalho a mais de uma revista simultaneamente, de forma proposital, às vezes disfarçado com textos ligeiramente modificados. Como editor e árbitro tenho pessoalmente presenciado este caso com frequência cada vez maior. Felizmente, não tive acesso a nenhum episódio que envolva brasileiros. Infelizmente, há notícias de fraudes mais graves ocorrendo no país, muitas provenientes do uso do CV Lattes por instituições diversas para efeitos de promoções, gratificações, etc. O sujeito preenche o CV Lattes com dados falsos, espera a avaliação, e depois apaga.

A primeira relação entre estes dois assuntos é a preocupação que me causam, a má influência de ambos no desenvolvimento científico nacional. Espero convencer o leitor, no entanto, que estes dois assuntos são interligados.

---------------------------------------------------------

Vale a pena ler o texto na integra. Visite o link acima

A "resposta" do CNPq pode ser lida aqui

2 Comments:

At 4/12/06 16:43, Anonymous O homem que copiava said...

Bom, quem esta realmente interessado em fazer ciencia, nao tem por que se preocupar com estes dois assuntos pois
1-Se dedicar as suas forcas para fazer trabalhos, independentemente do impacto que estes irao causar, certamente soh vai produzir coisas sinceras, os quais pelo menos terao sido geridas nas proprias cabecas.
2-Nao soh tem pessoas que submetem a mesma coisa em periodicos
diferentes, como tambem publicam! E de professores que atuam no Brasil conheco mais de um. Poderia citar alguns artigos mas nao vou fazelo jah que este tipo de assunto eh irrelevante. Por que se esperaria que na comunidade cientifica nao haveriam pessoas com esse comportamento(Question). A educacao formal nao elimina maas conductas! Ter grau de doutor, ser professor de x, etc, nao eh sinonimo de boa conduta e de claro proceder.
Certamente, na media, um faxineiro comum eh mais sincero em seu trabalho que um cientista comum.
Ainda, nenhum faxineiro fica muito preocupado se os seus `colegas` fazem mal seu trabalho.

 
At 4/12/06 17:34, Anonymous O homen que errava (sempre) said...

Achar que com certas regras de jogo (no caso politicas cientificas) vai se mudar o mal comportamento de certas pessoas ee uma das maiores burrices. A culpa nao eh do sistema prof. Murilo, a culpa eh da pessoa que age mal. Este nao eh uma crianca, nao interessa o tipo de politica cientifica que seja instalado, a pessoa que age mal, vai agir mal de qualquer jeito. A unica coisa que pode-se conseguir com uma `boa politica` eh enmascarar bem este tipo de coisas, isto eh, esconder as pessoas. Ou o senhor acha que Dom Y vai parar de querer subir, de figurar, etc, ante novas regras de jogo(question). Nao!, ele soh ira refinar as suas maas acoes e tal vez conseguira enganar melhor voce!. Se estas coisas acontecem hoje em dia, e como o senhor mesmo disse, no mundo todo, eh por causa de a ciencia ter sido massificada. Hah mais cientistas hoje em dia (a maioria com maa formacao, claro) e consequentemente eh mais notorio o numero dos que agem mal. Este tipo de coisas sempre acontecerao quando alguma coisa, que partence a poucos, eh levada para as massas. Um exemplo concreto e vou citar o F. Dyson, quem disse que Feynman levou a teoria quantica de campos para as massas. Hoje em dia vemos que essas massas usam as regras de Feynman sem saber TQC! a grande maioria olha para os diagramos como se fossem processos fisicos acontecendo! Tem muitos professores que falam isso e com um grau de emocao que ateh parece que eles estao enxergando as `particulas virtuais`! Eles acham que a fisica das particulas elementares sao aqueles desenhos!
Hoje vemos o mesmo fenomeno de jumentizacao em todas as areas, sejam nas ciencias, nas letras e nas artes.

 

Postar um comentário

<< Home